A idéia é falar de um disco que considero fundamental, mas esta é uma lista muito particular tendo como objetivo apenas ajudar os iniciantes a se orientar em suas buscas e aqueles que já conheçam os álbuns em questão a criticarem minhas escolhas, comentando, pois isso é extremamente importante para saber se a idéia é boa. Também terei convidados que dividirão suas preferências e compartilharão suas listas de discos indispensáveis e absolutamente fundamentais! E se você também tem a sua lista de discos fundamentais comentados mande pra mim no email (marciatunes@gmail.com), vamos compartilhar experiência!

domingo, 29 de janeiro de 2017

Patrick Moraz - The story of I (1976)

Hoje recebi um pedido especial, era este disco, ai parei e pensei: Porque não pensei nisso antes!!! Este álbum é espetacular, lembro que comprei logo que saiu e fiquei apaixonada, ele morou na pick-up esquerda por um tempão, pra você Didier, abraço! Obrigada pela lembrança

- Patrick Moraz / keyboards, vocals, marimbaphone, additional assorted percussions
- John McBurnie / lead vocals
- Vivienne McAuliffe / vocals and additional lead vocals
- Ray Gomez / electric lead and rhythm guitars
- Jeff Berlin / electric basses
- Alphonse Mouzon / drums (1-7)
- Andy Newmark / drums (8-14)

The Percussionists of Rio De Janeiro
- Jean-Luc Bourgeois / gongs and tam-tams
- Auguste de Anthony / acoustic guitar and additional electric guitars
- Jean Ristori / cello and acoustic string bass
- Phillippe Staehli / tympanis and assorted percussions
- Rene Moraz / tap dance, castagnets
- The children of Morat, Switzerland
- Veronique Mueller / French and additional vocals

1. Impact (3:31)
2. Warmer Hands (3:31)
3. The Storm (0:52)
4. Cachaca (4:07)
5. Intermezzo (2:49)
6. Indoors (3:44)
7. Best Years of Our Lives (3:59)
8. Descent (1:43)
9. Incantation (Procession) (1:51)
10. Dancing Now (4:38)
11. Impressions (The Dream) (2:49)
12. Like a Child Is Disguise (4:05)
13. Rise and Fall (5:34)
14. Symphony in the Space (2:56) 

Yandex

2 comentários:

  1. Isso foi lançado junto com álbuns solo por cada memner de Sim naquela época em meados dos anos 70. Acho que este foi o melhor de todos eles. Eu não ouvi isso há séculos. Obrigado por esta oportunidade de revisitar e reavaliar.

    ResponderExcluir
  2. Un bello y fino trabajo de éste gran maestro que también sirvió para descubrir en aquellos años a ese misterioso señor que se adueñó de los teclados en Yes para la época de Relayer.Muchas gracias a éste blog por guardar estos discos para la posteridad.Didier

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário e participação